I'm a Blogger, what's your super power?




(scroll down for English)

Já não é a primeira vez que me perguntam, porquê um blog? Porquê perder tempo numa coisa que não sabes se é lida pelos outros? Simplesmente, porquê?
É simples. Muitos gostam de ir ao futebol ao domingo, gostam de ir às compras, apaixonaram-se por aquela flor que viram na berma da estrada. Porque não contar ao mundo? Porque não fazer com que o mundo saiba que aquela flor está ali, quietinha à espera que um de nós passe e lhe dê a devida atenção? E se não for aquela flor, que pelo menos vos abra os olhos para as bermas da estrada dessa vida para encontrarem aquela flor por que se vão apaixonar?
Ser blogger é isso (desculpem, mas recuso-me a usar o termo, blogueira ou outros do género que para aí andam). É ver e contar ao mundo. É falar para o espelho da casa de banho (eu tinha muito essa mania, em miúda...e ainda tenho) e contar-lhe que encontrei a loja mais gira, comprei o livro mais bonito, tirei as fotos mais inspiradoras. É chegar ao último andar e gritar do terraço que comemos a melhor pizza do mundo no sitio X. E no fim de semana a seguir, quantos de vocês irão confirmar que a pizza é mesmo boa? Também pode ser não dizer nada e deixar as imagens falar por elas mesmas. Fotografias que nos inspiram, que nos mexem com a alma, que nos tocam no dedo grande do pé.
O outro lado? É saber que nos lêem. É ver um mail a cair, a avisar que alguém comentou. Que partilham os nossos pensamentos, que não concordam de todo, que adoram a foto que postamos, que querem que nos vamos lixar.
Ser blogger é isto. É dar, sem esperar receber, mas ficar parvos de contentes por ter comentários. Por haver quem queira saber mais. Por haver quem se interesse. Por haver alguém, no canto mais recondito deste mundo que gosta ou não do que lemos, mas que pelo menos nos dá importância que chegue para comentar e dizer-nos que está ali.Obrigada a quem comenta, obrigada a quem não comenta. Obrigada por me virem visitar. Mas digo-vos que me deixariam mais contentes se deixarem um comentário que seja para eu saber pelo menos com quem falo! 

A imagem é da MoodKids e apesar de ter virado o site do avesso, não consegui encontrá-la. Se souberem onde a posso encontrar, por favor diga-me porque adorava tê-a no meu escritório!

<058087ecc57add888f8cb0d3f0216fb7
Source: moodkids.nl via Ana on Pinterest


It's not the first time I'm asked "A blog, why?". Why loosing your time with something you don't know other people read? Simply, why?
It's simple. Many of us like to go to a soccer game, like to shop, fall in love with that flower on the road side. Why not telling the world? Whay not letting the world know that that flower is quietly sitting there, waiting for one of us to pass by and give it the propper attention? And if it's not that flower, at least it teaches you to open your eyes to look at all the road sides in your life, to find the flower you'll fall in love with?
This is being a blogger. It's seeing and telling the world. It's talking to your bathroom mirror (I used to do that, when I was a kid...I still do) and telling it I've found the cutest shop, bought the greatest book. took the most inspiring photos. It's getting to the last floor and shouting to the world that we had the greatest pizza on earth. And, how many of you will go there to check it, the weekend after? It can also be saying nothing and just let images speak for themselves. Pictures that inspire us, that touch our soul.
The other side? It's knowing you read us. It's seeing a new email on the inbox, with a new comment. Knowing that someone shares our thoughts or that they don't agree at all, that they love the picture we just posted or just want us to go f*** ourselves.
This is being a blogger. Giving without expecting anything in return, but feeling silly because we got some comments. For having people who want to know more. For those who care about it. For that someone on the other side of the world, who may like or not what you wrote, but at least thinks it's important enough to comment and tells us, he's there. Thanks to those who comment. Thanks to those who don't. Thanks for visiting. But I'll tell you that I'd be happier if you'd leave a comment, at least to know to whom I'm speaking to!

The image is from MoodKids and even though I've searched a lot I couldn't find the original source on the site. If you can, please let me know, as I'd love to have this one in my office.


Leave a Comment

  1. Nem mais ! É isso mesmo :)
    Ainda bem que a hibernação do teu blogue chegou ao fim; já tinha saudades !

    ResponderEliminar
  2. :)))) Adoro a forma como exprimes o que sentes! Eu estou aqui!

    Su

    ResponderEliminar
  3. Adorei este post e a forma terna com que o escreveste. E concordo com tudo o que dizes!

    ResponderEliminar
  4. Ora bem, eu nem sempre comento, mas leio-te sempre!!

    ResponderEliminar
  5. Olá! Eu até consigo visualizar a tua cara 'parva de contente'!!! Boa semana!! (quem te lê é gente, tá? A sério, tira lá aquela coisa 'prove you're not a robot')

    ResponderEliminar
  6. também tu, meu filho brutus!!!!
    vai-me lá esclarecendo q raio de profissão é essa!! ahahahahahhhh
    sim, porque nós vamos estando por aqui..
    ...bloggers...bahhh....

    ResponderEliminar
  7. E como diria alguém ais acima, estou com cara de parva por ter tido tantos comentários de uma só vez! E que o post tenha servido para eu saber que outras me Lêem e eu nunca tinha dado por ela!!! Suas malandras! :D
    E sim, vou explicar tudo...dêem-me tempo!

    ResponderEliminar
  8. Senti-me tão compreendida neste post! Tão bom ♥♥♥

    ResponderEliminar
  9. So true! I also love the print. If find it I will let you know! x Tine - Villa Appelzee (BYW)

    ResponderEliminar
  10. @Mariana, ainda bem. Foi um post-deita-cá-para-fora!

    @Tine, thanks for visiting! I hope to have you back!!

    ResponderEliminar
  11. Ponto número 1: estou desejando chegar a casa para ir espreitar um muro perto de casa onde todos os anos florescem umas papoilas lindas; é desta que vou lá a pé e com a máquina fotográfica!

    Ponto número 2: quando "aí" digo que tenho um blog (nem me atrevo a usar a palavra blogger...) olham para mim com um ar de "mó, kék táj dizend?" (assim mesmo com sotaque da santa terrinha) , e "aqui" quando digo que sou blogger (sim, aqui posso usar a palavra!) do outro lado vejo sorrisos e palavras de incentivo.

    Ponto número 3: até que enfim que há um posto por aqui!!!!

    :-D

    ResponderEliminar
  12. Ser blogger também é não deixar morrer um blog, por isso há que escrever, ou mesmo colocar uma imagem, ainda que sem texto, mas mantêm-lo vivo. Não deixes que o teu blog adormeça no tempo. A tua flor fez-me lembrar a pedra que vi pousada no muro. Há muitas coisas simples e belas neste nosso pequeno mundo à espera que um dia lhe demos atenção, e o lado belo da vida é esse também, reparar nas pequenas coisas e dar-lhe o devido valor.

    ResponderEliminar
  13. Verdade, verdadinha. :)
    No meu caso, criei o blog com dois objectivos: primeiro, ser um repositório de pensamentos estúpidos e coisas estúpidas, alegres, tristes, sem interesse nenhum que se passam na minha vida. É como se fosse um botão "rewind" que me transporta àquele sítio, àquele momento, àquele sentimento.
    Segundo, queria muito que a minha filha me conhecesse, tal qual como sou hoje, quando ela crescer. E, se talvez cartas fossem mais giras de ler, o blog permite anexar fotos, músicas e fica tudo guardadinho ali, arrumadinho (que se eu fosse escrever cartas, ia perdê-las com certeza algures por este mundo e, daqui a 20 anos tinha uma miúda qualquer a bater-me à porta por pensar que tinha descoberto ali a sua mãe verdadeira!).
    Não criei o blog com o intuito de ser lido por 453.890 pessoas. Mas fico muito contente quando vejo novos comentários e leio palavras de pessoas que me compreendem, ou que têm outra visão. O primeiro blog encerrei-o quando quem sou se tornou público. A "graça da coisa" desapareceu... Este gostava que se mantivesse assim, quietinho a um canto, sossegadito, sem pessoas conhecidas ali a cuscuvilhar e a marcarem-me consultas no psicólogo cada vez que digo uma asneirada pior.
    Por enquanto, estou de novo rendida (e viciada, admito) a este mundo. :)
    E, se me permitires, gostava de "linkar" (eheh) o meu post sobre isto aqui. :)

    ResponderEliminar
  14. Falar com o espelho. Nunca me tinha lembrado desta mas tb sou assim.
    100 % de acordo com o texto
    :D

    ResponderEliminar
  15. Bom, bom afinal aquilo que foi um "rant" - escrevi isto em menos de 10 minutos e não pensei muito no assunto, tirando o facto de sentir mesmo aquilo que aqui pus - acabou por ser uma reunião de gente, em que muitas delas eu nem sabia que existiam. Viram??? :D Pelo menos já fico a conhecer mais algumas das meninas que me visiteam.
    E sim, linkem o que quiserem, faz favor, mas com menção ao blog!!!:D

    ResponderEliminar
  16. Olá! Adorei conhecer seu blog via BYW. Gostei dos textos e do seu estilo e pretendo voltar sempre por aqui.
    Sou brasileira, mas amo Portugal, especialmente Cascais. Vou umas três ou quatro vezes por ano.
    Tenha uma ótima semana!
    Rosa
    Le Paquet

    ResponderEliminar
  17. Olá.
    Cheguei aqui através da menina Pólo Norte.
    Ser blogger é ter o nosso cantinho.
    Adoro os contactos com as/os bloggers.
    Comentando ou não, é um mundo fascinante.
    E aqui deixo a minha presença.

    ResponderEliminar
  18. Já algum tempo que não te vinha visitar, não sei porque, gosto tanto do teu blog ! O tempo passa tão rápido, mas fico contente por hoje ter vindo te visitar e ver que continuas a fazer as delicias das tuas seguidoras, eu adorei este post, agora vou dar uma espreitadela pelos outros mais antigos ... :D

    ResponderEliminar
  19. Teresa!!!! O que é feito de ti? Ainda há dias me lembrei de ti e de que nunca mais tinha vistos coisas tuas no Flickr! Espero que esteja tudo bem! Obrigada pela visita!

    ResponderEliminar
  20. Sabes quando lês um post e morres de inveja por não teres sido tu a escrever? Porque ele é tão bom e tão cheio de conteúdo, que nos questionamos por que raio não tivemos nós essa ideia antes? Foi o que senti quando te li. Mas foi inveja boa. Amei a descrição que fizeste. Foi assim que te "conheci", e vou ficar com o teu blog debaixo da minha retina.

    ResponderEliminar
  21. :D Fiquei com cara de parva, com este ultimo comentário, mas garanto que o meu ego está do tamanho de uma camião TIR!

    ResponderEliminar
  22. Já nem me lembro quando nem como aqui cheguei mas sei que volto sempre. Não com muito frequência, pois o trabalho nem sempre é em frente ao computador, mas quando é aqui estou eu.
    Pois que não me lembro de alguma vez ter deixado um comentário mas desta não podia deixar de o fazer e só porque sim.
    Adoro aqui vir.
    Um beijo
    Sandra Cabaço

    ResponderEliminar
  23. Pois, Raquel, e se não comentasses, continuava sem saber da tua existência! :D Obrigada pela visita!

    ResponderEliminar
  24. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  25. Ana, estou aqui, vivinha da Silva ! Pois não tenho posto fotos no flickr, a minha hibernação esta longa demais, mas prometo voltar muito em breve :D

    ResponderEliminar
  26. Acho bem! Essa hibernação tem de acabar! Ao trabalho!!

    ResponderEliminar
  27. vim aqui para, já lá vai um bom tempo, reencaminhada pelo blog saidos da concha. apesar de nunca ter comentado o seu blog, é daqules q eu espreito com frequência :) e parabéns pelos posts sempre inspiradores.

    ResponderEliminar
  28. Eu adorei este cantinho , viva á honestidade ,os meus parabéns
    bj
    Lulu

    ResponderEliminar
  29. E muito obrigada pela visitas! Espero ver-vos por cá mais vezes!

    ResponderEliminar
  30. Eu só cheguei agora...mas estou encantada! :)

    ResponderEliminar
  31. Chegou e é isso que interessa, Rosa!!! Obrigada pela visita!

    ResponderEliminar
  32. "Our super power" é continuar a ler os blogs que gostamos, é a busca de inspiração e informação e o aprender constante nestas visitas diárias. :)

    ResponderEliminar
  33. @Ligia e para quando um blog, para aplicar o que tanto aprendes? :D

    ResponderEliminar

Eu sei que comentar é uma chatice, mas adoro saber as vossas opiniões. Obrigada!!