8 truques para quem trabalha em casa





Cada vez mais há gente que por uma razão ou outra trabalha em casa. Por mim (e porque no meu caso, as circunstâncias assim o obrigaram) é ouro sobre azul. Sou uma rapariga muito caseira mas por outro lado tenho um problema terrível com a concentração. Facilmente me perco com outra coisa qualquer e se tiver de fazer alguma coisa que não me apetece nada, pior ainda. Por causa disso, fui obrigada a estabelecer rotinas (porque eu sou muuuito fiel às minhas rotinas e se mas trocam fico fula!) que me obrigassem a fazer tudo. O que quero e o que não quero. Não tem sido fácil, mas não é nada impossível, garanto.

1. Uma diva não passa o dia de pijama... ou fato de treino
Pode parecer um pormenor mas é super importante. O facto de começarmos o dia por um banho e roupinha lavada já é meio caminho para nos sentirmos com menos vontade de voltar para a cama ou para o sofá. No meu caso, como tenho que deixar o Pequeno na escola às 8, tenho uma razão extra para sair da cama.

2. Não largues o que estás a fazer
Isto aplica-se a tudo, ou seja: se vou à cozinha pôr a caneca do chá, não a deixo na banca e ponho-a logo na máquina. Se dou a volta aos quartos, fica tudo arrumado e não deixo o monte de roupa da cadeira para mais logo. Ao acabar de almoçar ou jantar não saio da cozinha sem arrumar tudo. Se começo a responder a um e-mail ou escrever um post para o blog, não largo enquanto não acabo. Dá-nos a sensação de fazer mais durante o dia e a verdade é que nos faz melhor sentir que deixamos poucas pontas soltas.

3. Arruma tudo logo de manhã. Só se desarruma ao fim do dia :)
Este conselho serve para a minha vida, mas pode não servir nas vossas. Mas pode servir para vocês inventarem um rotina qualquer que seja mais adequada. Logo que chego a casa, depois das idas à escola, ponho tudo no sítio: 
    - Sala - sofás e almofadas da sala arrumados, livros e revistas no sítio, lareira limpa;
    - Cozinha - loiça na máquina, bancadas limpas;
    - Quartos - camas feitas, roupa arrumada ou post para lavar;
   - Casa de banho - toalhas organizadas, banheira e lavatório passados por água.
Perco meia hora a 45 minutos com este exercício. É um tiro e antes das 9 estou despachada (e só se desarruma à noite porque é quando o resto da família volta para casa).

4. Arranja um canto de trabalho só para ti. A mesa da sala ou da cozinha não servem
(A não ser que não haja outra solução!) Cá em casa tenho a sorte de ter um quarto de hóspedes que está por minha conta (menos quando há hóspedes). Os rapazes têm o escritório ao lado, mas ali só é suposto eu trabalhar e passo lá a maioria do meu dia (por isso, faço todas as tarefas de casa logo de manhã para não haver interrupções). Ajuda à sensação de começar e acabar o dia de trabalho. Fechar a porta e já está (se bem que há dias em que não resisto a trazer o computador para a sala, à noite)! Assim, tento limitar as horas "tecnológicas" (não tenho tablet, sim sou bicho raro, mas tenho um bom telemóvel e é quase o mesmo) e à noite aproveito para ler ou tricotar.

5. Não és um génio, não te lembras de tudo: escreve!
Não, não consigo usar a agenda do telemóvel nem os lembretes do computador. Cá em casa os meus acessores são uma agenda - com vista semanal, não tenho assunto para vistas diárias. Ter a noção da semana é uma boa forma de nos organizarmos e uso-a especialmente para coisas que tenho que fazer "fora": telefonemas, visitas, reuniões, o que for -  e um organizador semanal. No organizador entra tudo, desde "dia de passar a ferro" ou "Lista de compras e fazer menus semana que vem" até o que está já anotado na agenda (sei que me repito, mas acreditem, não há como ler a mesma coisa várias vezes ao dia!). Tudo o que me lembro que tem de ser feito, é escrito no organizador: o que é feito é riscado, o que não é feito é passado para o dia seguinte mas se não for urgente, passa para o mesmo dia da semana seguinte. Ao Domingo, pego na semana que acabou, passo o que não foi feito para a semana que começa e junto coisas novas (que podem ter sido acrescentadas ao longo da semana anterior)

6. Menus semanais
Pode parecer parvo, mas não é. Saber o que vamos fazer para o jantar ajuda imenso e poupa-nos dores de cabeça. Fazer a lista das compras semanais juntamente com o menu da semana dá para optimizar o que temos em casa e gastar menos (yeah right!) no supermercado.

7. Dias específicos para tarefas específicas
Assim não temos forma de fugir :). Por exemplo, eu gosto de começar a trabalhar logo de manhã porque me sinto mais produtiva. À Quinta feira há limpezas cá em casa, o que quer dizer que saio porta fora logo de manhã. Como depois me vai ser difícil sentar-me a trabalhar, aproveito e junto a roupa toda da semana para passar a ferro. É como se fosse o meu dia de folga, em que vou ao computador, mas não muito a sério (a não ser que haja coisas urgentes para fazer).

8. Coisas a fazer fora de casa durante o dia?
A não ser que sejam coisas com hora marcada, não volto a sair para tratar delas. Ou faço-as logo de manhã, depois da volta da escola ou faço-as à tarde durante a volta da escola. Assim, não gasto tanto gasóleo e aproveito melhor o tempo.

É óbvio que durante o dia faço intervalos, paro feita parva em frente à televisão ou vou fumar à varanda (cá em casa não se fuma dentro de portas). E também há dias em que o tecto me pesa e tenho de ir dar uma volta, arejar. As dicas que dou acima são "fazíveis" sem andarmos sujeitas a castigo mental por não termos feito. E mesmo para quem não trabalha em casa, estas dicas são úteis para tentarmos organizar o dia. Agora, contem-me lá; que truques têm para sobreviver ao longo do dia?

Fotos by Moi

Leave a Comment

  1. Também trabalho em casa e revejo-me em muitas coisas que escreveste!
    Mas desde que mudei de casa, ainda não consegui voltar às minhas rotinas a 100% mas para lá caminho :)
    Levanto-me sempre cedo, tenho o meu espaço e tenho a minha agenda com as coisas que tenho e quero fazer (que tento cumprir mas nem sempre consigo!). Quando vejo que o trabalho não me está a render, paro e vou tratar de alguma coisa cá em casa (há sempre coisas para fazer). Mas também tenho os dias específicos para certas tarefas domésticas.
    Sou organizada por natureza e isso ajuda bastante a trabalhar em casa.
    Gosto da sensação de quando termina o dia, que este tenha sido produtivo. Mas tem dias que sou um "desastre"!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem todos os dias são perfeitos, especialmente porque estamos em casa e as tentações são muitas!! Mas sim, um dia terminado com a sensação de dever cumprido é muito bom. Odeio aqueles dias em que não páro mas que tenho sempre a sensação de que não fiz nada!

      Eliminar
  2. Ana, apesar de eu não trabalhar "só" em casa, revejo-me tanto nas tuas rotinas. Também sofro do "sindroma da arrumadinha", sou organizada por natureza, adoro listas de tarefas, compras e afins.... ou seja faço lista de tudo e mais alguma coisa, e apesar de também usar o telemóvel para alguns lembretes, a agenda de papel (semanal também) é indispensável.
    Os post-its também são meus fieis amigos... as coisas que não posso mesmo esquecer colo post-its no computador, ou se for mesmo muito urgente no telemóvel.
    Só me falta essa organização nas refeições da semana.... essa "invejo-te" ;) ainda não me consegui organizar a esse ponto... mas chego lá, ou nao seja eu a mulher das listas!!! ;)

    Bom trabalho e boa semana!!
    Beijinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma questão de hábito e quando começares a usar não vais querer outra coisa! beijinhos!

      Eliminar
  3. Como trabalho fora de casa, se tenho um dia de folga aproveito para passá-lo de pijaminha, mesmo tendo de ir por o garoto à escola.
    Em relação às arrumações, deixo tudo feito antes de ir deitar-me, até porque os outros homens da casa ficam deitados: um estuda e o outro trabalha à noite.
    Por isso têm obrigação de arrumar o que desarrumam antes de eu chegar.
    Agora para me organizar os teus pontos 5 e 6 sou eu sem tirar nem pôr: escrever na agenda e no planner semanal (mesmo repetido), usar post-it, fazer listas e listas, ementa semanal, tarefas do mais básico que há, tudo é escrito para libertar a minha cabeça.
    Há vezes que a energia ao final do dia já não é das melhores para ir fazer os meus Pitinhos, mas esforço-me e consigo.
    Quando me vou deitar pelo menos sinto que atingi boa parte dos objectivos para esse dia e fico em paz.
    Beijitos
    Marta
    http://pitinhosdamarta.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cá em casa os homens também têm obrigações, mas já sabes como é que nós somos, nunca fica tudo "como deve ser"! Quando tinha a Tia Anica também me custava imenso ir fazer alguma coisa ao fim do dia (porque trabalhava fora) mas sabia-me bem! E sim, chegar ao fim do dia com as coisas feitas é um descanso! Beijinhos!

      Eliminar
  4. Excelentes dicas Ana! Quando fico em casa, também é assim. E as voltas de coisas para tratar na rua são sempre organizadas em torno da escola/atividades (salvo quando há marcações).

    ResponderEliminar
  5. Excelentes dicas. Tenho que guardar nos favoritos para voltar a ler e reler!

    Para mim o mais difícil neste momento é criar uma rotina, sempre que começo uma e que parece que está a funcionar acontece qualquer coisa e volto à estaca zero.
    Definitivamente sou culpada do 1º pecado... passar o dia em pijama (não é sempre mas tem dias no Inverno que visto um camisolão por cima do pijama e assim fico o dia todo. No resto do ano já não é bem assim.)
    Escrever Escrever Escrever, sempre, senão o fizer não lembro nem de metade. Tenho sempre no mínimo dos mínimos a agenda e um caderno com as listas de coisas a fazer. Em alturas mais complicadas há blocos de notas e post-its, folhas soltas... Todo o pedaço de papel que me vier parar às mãos.

    Também prefiro juntar as coisas que tenho a fazer fora de casa e fazê-las todas seguidas. Normalmente quando regresso estou muito mais focada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como saio logo de manhã, o pijama não é mesmo opção. Tenho sempre aquela fobia que vai acontecer alguma coisa que me vai obrigar a sair do carro e de pijama não dá!
      Quanto à rotina, começa devagar, uma coisa por semana, pode ser que ajude!

      Eliminar
  6. Gostei muito destas dicas, Ana! Já fui freelancer, por isso revejo-me em certos pontos. :) E apesar de já não trabalhar em casa no dia a dia, naqueles domingos em que nem saio de casa porque a) não me apetece e b) está a chover, faço sempre questão de me vestir, que isso de passar o dia de pijama ou fato de treino não é comigo. :P Uma pessoa sente-se sempre mais compostinha assim e, logo, com mais pica para trabalhar! :)

    Joan of July

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que esse é um dos truques para se conseguir trabalhar e nos sentirmos um pouco valorizados, mas de vez em quando, muuuuuito de vez em quando, lá passo um domingo de pijama, ainda que não faça nada ao domingo!

      Eliminar
  7. olaré! bem, mas que adequado este teu post! sempre trabalhei fora de casa mas, agora que estou desempregada ha uns meses, estou a comecar a trabalhar como freelancer. tinha um projecto para abrir uma livraria infantil mas, devido a imensos contratempos, volta a ser um sonho adiado! assim, estou mesmo a comecar a trabalhar como freelancer... ora nunca trabalhei em casa e tenho imensa dificuldade em me organizar, pois distraio-me muito muito facilmente... obrigada pelas dicas! nem imaginas como vêm a calhar! quanto ao organizador semanal... conta la onde o arranjaste!
    beijinhos da costa alentejana, Xana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então estamos as duas no mesmo clube ;). Também ando para aqui a tentar (sim, tentar, porque isto não são tudo rosas) fazer qualquer coisa por mim abaixo como freelancer. O organizador comprei-o neste link (tem mais desenhos) mas se fizeres uma busca no Google consegues coisas giras de borla, para imprimir em casa. E vá, anda, conta-me o que andas a fazer para tratar desse teu desemprego!! beijinhos!!
      http://www.soufflemadrid.com/weekly-planner-sweet-home-n227630.html

      Eliminar
    2. gracias!!! ja estou a tratar de um para mim! és uma querida!
      enviei-te um email...!
      beijinhos da costa alentejana

      Eliminar
    3. E o que eu gosto que me escrevam? Upa, upa!! Beijinhos!! (já respondi!)

      Eliminar
  8. Boas dicas! Gostava de ter de as seguir diarimente... Um dia!! Um dia!!

    ResponderEliminar

Eu sei que comentar é uma chatice, mas adoro saber as vossas opiniões. Obrigada!!