Inspiração precisa-se




Percebem porque não gosto de fazer listas de resoluções para o novo ano? Puff, vai tudo. E eu, que sou rapariga fraquinha, deixo-me ir na maré, embrulhadinha pela manta, o calor da lareira e o frio lá de fora. É fácil. Fazer nada - ou dizer que não há tempo para o fazer - é fácil. Sentamo-nos, de preferência com uma boa leitura na mão, um temporal a bater lá fora e o resto é história. Sente-se o cérebro a baixar as rotações, a diminuir a actividade. Não entra nada. É mais fácil dizer: "É giro..." do que "Até fazia um post giro no blog sobre isso... Tenho de investigar." E depois adianta-me muito andar para aqui a dizer que vou escrever todos os dias, que vou ler, bláblá. O resultado é este: não fazes, não tens. Nhãnhãnhãnhã (deitar língua de fora e espetar o polegar no nariz com a mão esticada)...

Até ao dia em que resolvo fazer qualquer coisa. Diz que se eu puxar por ela, ela aparece. Que tem de me apanhar a trabalhar. Pois cá estou eu. A agarrar numa coisa, virá-la ao contrário e a fazer um post. Este post não sai à pressão, note-se. Sai de cá de dentro, sai da necessidade de dizer que ando por aqui, que não me esqueci de vocês. Aqui têm. Chamem-lhe "tentativa de fazer com que a inspiração saia debaixo do sofá e se instale na minha secretária". Mas tenho de tentar, não é? Se não tento, se não faço não me é dado o direito a queixar, certo?

Então, aqui têm. Peguei no assunto e virei-o ao contrário. Preciso de voltar a escrever como do pão para a boca e não consigo. Sou das que tem de ter tudo organizadinho, para que não se distraia. Tudo no sítio, a borracha naquele canto, a vela acesa, as canetas certas. Um escritório ou uma mesa arrumados para que a inspiração não encontre muitos obstáculos e chegue depressa. Qualquer um destes serve. O que interessa é que se goste, que se sinta como nossa casa, que cada coisa tenha o seu sítio. Não tem de estar arrumado, tem de estar arrumado para nós. Certo? E vocês, como chamam a inspiração?

79ideas_home_office_desk

traveling-mama-teen-room1-650x973
By Tina Fussel, The Traveling Mama

Freunde-von-Freunden-Miranda-Skoczek-10-461x692
By Stephanie Bailly, in Freunde von Freunden

tumblr_nhmlurSiDu1qzky5uo1_500

Leave a Comment

  1. Aiiii Ana, acho que era capaz de escrever um Best seller se tivesse um cantinho igual a um destes... Adoro! Adoro! Adoro!
    Daqui vai muita energia positiva para posts muitoooo inspirados e inspiradores ;)
    Beijinho
    Cristina

    ResponderEliminar
  2. Como eu te percebo Ana. Há dias em que a inspiração está em altas e tenho ideias para a semana toda. Entretanto aparece uma ideia mais gira e as outras voam com o vento. Eu faço um plano mensal que não sigo à risca e isso deixa-me enfurecida. Ainda não encontrei o meu método. A inspiração normalmente vem quando folheio revistas femininas e vejo looks para me inspirar (isto funciona na temática do meu blog). Hoje é dia de inspiração zero e preguiça a 100%.

    Beijinho,

    Ana
    www.annastyleandliving.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também uso imensas revistas (valha-me esta temática indefinida que o meu blog tem), blogs etc. Daí a passar à acção cansa-me horrores. Normalmente, estou no pico logo de manhã quando já estou no escritório mas poucos são os dias em que consigo fazer alguma coisa "por mim" porque o trabalho não deixa!!! Beijinhos!

      Eliminar
  3. Compreendo perfeitamente. Só gosto de trabalhar quando tenho as condições reunidas, e isso passa normalmente por uma boa parte de organização. Não gosto de escrever/desenhar/trabalhar num sítio desordenado, num computador com os ficheiros por organizar... enfim.
    Tenho um longo trabalho pela frente ainda, antes de retomar as coisas à séria.
    Paciência, precisa-se...

    ResponderEliminar

Eu sei que comentar é uma chatice, mas adoro saber as vossas opiniões. Obrigada!!